Se todos os dias são iguais, torne-se diferente

Yvonne

Minha foto
Brasileira, ariana nascida no Rio de Janeiro, morando atualmente em Guarapari, mulher, esposa e mãe. Gosto de artes em geral, de ler, de trocar idéias, de praia, de cinema, de tomar cerveja e de dar boas gargalhadas.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Gente de Opinião

Seguidores do blogger

Gente que Olha, nem sempre opina...

Arquivo BlogGente

Site Meter eXTReMe Tracker

SALADA DE FRUTAS

Amigos,

Vamos comer uma saladinha de frutas? Para os novos amigos, gostaria de esclarecer que os meus posts do tipo envolvem diversos assuntos que não têm nada a ver um com o outro.

FUTEBOL E OBRAS DE ARTE - Pouco acompanho notícias sobre esportes, mas vez por outra tomo conhecimento dos contratos astronômicos fechados entre clubes e jogadores, principalmente os brasileiros. Gente, vai chegar uma hora que não vai dar mais para pagar essa fortuna toda para alguém jogar futebol. Os clubes europeus vão ter que aumentar os ingressos para poderem dar conta de tanta grana. Algo parecido aconteceu com as obras de arte. Hoje em dia nenhum museu do mundo tem grana para comprar quadros de pintores famosos. Ficou simplesmente inviável, considerando que, quando a obra vai a leilão, o feliz ganhador paga não sei quantos milhões de dólares, quantia essa que os museus não têm. O que tem sido feito é que os colecionadores cedem os quadros para os museus, desde que fique registrado que pertencem a fulano de tal, ou seja, os museus têm a posse, mas não a propriedade. Voltando ao futebol, acho esses salários simplesmente indecentes. Estou sabendo agora que o goleiro Bufon vai receber quinze milhões de euros por ano para jogar no Manchester City, clube que pertence aos árabes. Está errado. Taí a crise do mundo. Valores totalmente invertidos.

JUIZ DE SANCTIS - Não leio quase nada sobre política, mas alguns casos acompanho um pouquinho. Finalmente encontrei um brasileiro metido no pior meio que pode existir (os três poderes) e ainda assim continua com a sua alma virgem. Senti um certo alento ao saber que existe alguém que não se deixou corromper por esse mar de lama.

MAR DE LAMA - No começo do Governo Collor, que foi um período negro para mim, passou uma novela das sete que, se não me falha a memória, se chamava "Deus nos acuda". A abertura foi uma das mais tristes que eu já vi na minha vida: um monte de pessoas super bem arrumadas em uma festa, acho eu, e o mar de lama invadindo o local. Aquilo me fez um mal imenso, como fez a cena do último capítulo da novela "Vale Tudo" em que o personagem do Reginaldo Faria roubou não sei quem, sua mulher matou a famosa Odete Roitman, fugiu com o dinheiro e mandou uma banana para o povo brasileiro. Quando leio que esse delegado Protógenes está para ser preso, enquanto o Daniel Dantas vai manipulando meio mundo, sinto vontade de sair correndo. Cilene, arruma um emprego para mim aí na Noruega, rsrsrs.


PICANHA - Estou evitando comer carne há algum tempo desde que li sobre vitela, que por sinal nunca vi na vida. Não posso ser vegetariana, visto que o meu organismo só absorve a proteína animal. Não sofro de nenhuma doença, é apenas uma característica física minha. Ainda assim diminuí o consumo. Bom, recebemos na semana passada a segunda parcela do 13º salário e, quando da compra de mês no supermercado, nos permitimos algumas extravagâncias mais caras. Pensei em comer uma "picanha texana", cuja receita me foi dada por um antigo chefe que morou 20 anos no Texas. Não é nada demais, basta assar no forno a carne molhada com coca-cola. Fica tenra e deliciosa. Quando fui escolher um pedaço pequeno (aqui em casa somos três pessoas apenas), quase tive um ataque cardíaco. O menor e mais barato deles custava 55,00. Gente, esse é o preço que vocês pagam? Acabei desistindo porque achei um desaforo.

PREÇOS ABUSIVOS - Continuando o assunto, vejo em revistas preços de alguns "achados imperdíveis" e custo a crer no que estou lendo. Sapatilhas a 350,00, revisteiros a 1.500,00 e outras besteirinhas. Amigos, eu julgava que o meu salário está acima da média brasileira, mas quando tomo conhecimento de coisas do tipo, começo a questionar se não estou abaixo da linha da pobreza. Cadê a crise?

PRÁ TERMINAR - Gostaria de dizer para vocês que nesta semana vai ser complicada para visitá-los, mas tentarei comparecer. Hoje o meu apartamento será dedetizado e ficaremos fora de casa o maior tempo possível. Na quinta a noite irei para o Rio e só retorno na semana que vem. São muitos afazeres antes de ir e depois que retorno, fico um tempo sem chegar perto do meu computador. O único parente meu que não tem computador é o meu irmão, ainda assim quando visito os demais, eu nem olho para os equipamentos. Só gosto do meu e depois de algum tempo afastada, eu me desacostumo e sinto uma certa distância. Felizmente o meu tempo será dedicado a fazer coisas boas, só espero que o tempo melhore. Vou deixar dois posts antigos agendados porque não quero que o meu bloguinho fique empoeirado. Antes que eu esqueça, gostaria de dizer que estou no Jornal da Lua e no Boletim também, links lá em cima do lado esquerdo.

PRÁ TERMINAR, O RETORNO - Amigos, além de problemas domésticos para serem resolvidos, ontem a Escelsa mandou parte da cidade de Guarapari para a "puta que o pariu" e simplesmente nós tivemos 17 quedas de energia. O freezer e a geladeira foram desligados em alguns momentos para não dar problema. Foram várias ligações feitas aqui em casa, vizinhos e comerciantes próximos. De nada adiantou. Um aparelho de som foi para o brejo. Os elevadores tiveram que ser desligados e o meu marido por duas vezes teve que descer e subir onze andares para sair com o nosso cachorro que, velhote e cardíaco, já está apresentando problemas de saúde e tem dificuldade de se segurar. Estou devendo resposta a comentários, mas vai ficar para depois.

Beijocas para todos

Yvonne