Se todos os dias são iguais, torne-se diferente

Yvonne

Minha foto
Brasileira, ariana nascida no Rio de Janeiro, morando atualmente em Guarapari, mulher, esposa e mãe. Gosto de artes em geral, de ler, de trocar idéias, de praia, de cinema, de tomar cerveja e de dar boas gargalhadas.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Gente de Opinião

Seguidores do blogger

Gente que Olha, nem sempre opina...

Arquivo BlogGente

Site Meter eXTReMe Tracker

RETORNO

Queridos amigos,

Finalmente acabou 2007. Desde que eu me entendo por gente, sei definir direitinho quais foram os anos bons, ruins ou mornos. Tenho tudo gravado em minha memória, principalmente os bons. Alguns mornos, confesso que tento me lembrar de algo marcante e nada me vem à cabeça, foram tão sem graça que eu até esqueci. O único ruim que o meu consciente apagou por completo foi aquele em que eu fiz a catequese. Fui tão massacrada pelo padre que até precisei de acompanhamento de uma psicóloga. Quando enfim os pais se deram conta de que estávamos freqüentando um "campo de extermínio emocional", o estrago já estava feito. Tiraram o padre, mas a ferida ficou.

2007 não chega a ser assim, mas daqui a alguns anos espero ter uma vaga lembrança dos dias que vivi. Minha vida é boa, não tenho do que me queixar e nem gosto de fazer a linha tragédia do tipo "vejam que pessoa sofredora eu sou", mas é preciso ser forte demais para agüentar traições. A primeira delas no dia 14 de janeiro e a última exatamente no dia 31 de dezembro. Ainda assim, tive a sorte de encontrar e reencontrar pessoas amigas.

Os espiritualistas dizem que de sete em sete anos mais ou menos, a nossa vida dá uma mudada. De 2004 para cá, tudo virou de cabeça para baixo. Felizmente para melhor, mas o ano que passou foi duro de suportar, ainda que tenha tido excelentes momentos. Já pedi para Papai do Céu dar um refresquinho para nós. Prometo que serei uma boa menina, rsrsrs.

Bom, ano novo, vida nova. Então vamos falar de coisas boas. O final do ano foi ótimo, bem agitado e com muitas comemorações. Fiquei feliz demais. As mágoas estão saindo na urina e daqui a pouco não restará mais nada. O mais importante é que ri muito com as minhas pessoas queridas. As pequenas luzes no final do túnel estão aumentando e talvez em abril já possamos dar início à solução dos problemas que tanto nos fizeram mal. Quero começar o mês de maio com pelo menos 75% deles resolvidos. Tomara que tudo dê certo.

Queridíssimos, hoje vou matar as saudades de vocês e vou continuar um pouco ausente, considerando que viajarei para o Rio no próximo domingo a noite para resolver um probleminha e só retornarei na segunda dia 14 pela manhã. Vou tentar deixar uns posts prontinhos e deixar no automático. No mais, quero agradecer aos comentários carinhosos e desejar a todos um ano de 2008 maravilhoso.

Beijocas

Yvonne