Se todos os dias são iguais, torne-se diferente

Yvonne

Minha foto
Brasileira, ariana nascida no Rio de Janeiro, morando atualmente em Guarapari, mulher, esposa e mãe. Gosto de artes em geral, de ler, de trocar idéias, de praia, de cinema, de tomar cerveja e de dar boas gargalhadas.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Gente de Opinião

Seguidores do blogger

Gente que Olha, nem sempre opina...

Arquivo BlogGente

Site Meter eXTReMe Tracker

SALADA DE FRUTAS

Amigos,

Mais uma saladinha de frutas.

BRINCANDO COM PALAVRAS - Queridos, conforme disse anteriormente, estou valorizando os blogueiros que estão escrevendo livros. O segundo que adquiri foi o da
Márcia (Clarinha) que tem o título em epígrafe.
Para quem não a conhece, Marcita escreve poemas de uma sensibilidade tal que chega a me impressionar. Alguns são bem singelos, outros com uma paixão que eu chego a ficar sem fôlego. Recomendo muito e agradeço de coração ter tido a oportunidade de conhecê-la na blogosfera. Te amo Marcita. Se alguém estiver interessado em comprar o livro, acessem o blog dela. Vocês não irão se arrepender.

BRINCANDO COM NÚMEROS - Na semana passada, estive com visitas aqui na cidade. Não ficaram hospedados em nosso apartamento, mas tivemos o prazer de ciceroneá-los. Foram dias de muita agitação. Além disso, passamos as manhãs conferindo balancetes de condomínio de períodos anteriores para tentar achar uma diferença. Esse era um dos serviços que eu fazia quando trabalhava como bancária. Gente, ninguém em sã consciência gosta de uma tarefa dessa, mas eu gosto. Sempre adorei os números. Quando estava tensa, via placas de carro e fazia prova dos nove ou dividia mentalmente por algum outro número, ou seja, eu precisava raciocinar o tempo inteiro, até voltar ao meu eixo.
Depois que me aposentei, deixei os números de lado e tomei gosto pelas palavras. Faço palavras cruzadas e um monte de outros joguinhos da revista Coquetel. Além disso, adoro um jogo que sai todos os dias no jornal O Globo que se chama Logodesafio que consiste em jogar um monte de letras para que o leitor descubra qual é a palavra-chave e quantas outras palavras podem ser formadas com aquelas letras. Eu adoro. Uma curiosidade bastante engraçada: as palavras IGNORANTE e ARGENTINO têm exatamente as mesmas letras, rsrsrs.

CULTURA INÚTIL - Falando nisso, se vocês tiverem saco para pesquisar, vão descobrir que as vogais mais utilizadas em ordem crescente são A, O, E, I e U. No entanto, são poucas as palavras que começam com O ou U. Já as consoantes mais usadas são T, D, R e S. Com as letras de RETARDADO, achamos um monte de palavras que podem ser feitas com essas letras, já ARREMESSO apesar de ter A, E, O, R e S não gera muitas palavras exatamente porque não tem T ou D. Sim, foi cultura inútil, mas eu acho interessante, rsrsrs. Na falta do que fazer, peguem uma página de um livro qualquer e façam a estatística que eu estou recomendando, rsrsrs.

ALZHEIMER - Essa conversa toda sobre palavras e números era para contar um segredo vergonhoso meu, conforme prometido ao Cirilo que, apesar de ter 25 anos, é tão esquecido quanto eu.
Pois bem, eu sempre achei que as pessoas que usam muito a cabeça têm menor chance de ficarem caducas na velhice. Logo, como parei de trabalhar relativamente jovem, procurei estratégias para ocupar a mente para não ficar senil.
Na sexta-feira de manhã quando liguei o computador, imediatamente postei o meu texto sobre os Beatles. Quando fui visualizar o blog, descobri que já tinha postado na noite anterior. Eu simplesmente esqueci, rsrsrs. Logo, eu acho que o que tenho feito não está dando resultado. Preciso conviver com alguém que sofra de esquizofrenia como aquele professor de matemática do filme "Uma mente brilhante" e ficar dividindo com ele números, palavras, códigos e teorias da conspiração. Acho que ainda preciso raciocinar mais, rsrsrs. Gente, eu tenho esquecido um monte de coisas.

INVERNO - Amigos, cadê o nosso país tropical abençoado por Deus? Aqui tá fazendo um frio pavoroso. Tá tudo tão gelado que na sexta-feira solicitamos um táxi para resolver pequenos assuntos que tranqüilamente poderiam ser solucionados a pé. O vento que vem da praia é terrível e não dá para encarar. O pessoal que trabalha aqui no prédio tá dando uma volta maior para pegar o ônibus. Detesto calor, mas esse frio exagerado está me matando.

CANSEI - Tomei conhecimento através do blog da Luci Lacey que já está no ar o
site do Movimento Cívico pelo Direito dos Brasileiros, organização encabeçada pela OAB de São Paulo que pretende expor a indignação dos brasileiros em relação à crise aérea, a violência e outros problemas do país. No próximo dia 17, quando o acidente da TAM completará 30 dias, o movimento pretende "parar o país" durante um minuto, num protesto silencioso. Caso vocês queiram tomar maiores esclarecimentos, por favor acessem a página www.cansei.com.br. Divulguem para seus amigos. Esse tipo de movimento não resolve muita coisa, mas já é algo que podemos começar a fazer.

PRÁ TERMINAR - Finalmente o PAN terminou. Não estou reclamando do evento esportivo, mas já estava ficando meio cansada desse assunto. Foi tudo muito bonito e tirando as pavorosas vaias dadas aos competidores, achei o saldo final positivo. O que estragou o brilho da festa foi esse terrível acidente com o avião. No entanto, fico aqui pensando cá com os meus botões como é que nós estaríamos nesse momento, caso não tivesse esse pequeno refresco para aliviar um pouco essa dor. Todo o Brasil foi atingido em cheio por essa tragédia. Logicamente os familiares e amigos dos mortos sofreram e sofrerão muito mais do que nós que não conhecemos nenhuma das vítimas. Daqui a pouco, tudo isso será esquecido como foi a queda do edifício Palace no Rio de Janeiro. O que temos que atentar é que o círculo está se fechando. Cada dia que passa, tomamos conhecimento de que alguém foi roubado, assassinado, lesado, morto em avião ou seja lá o que for. Desastres naturais como o tsunami são inevitáveis. 200 mortos por incompetência de governo e ganância da TAM é um papo completamente diferente.

PRÁ TERMINAR, O RETORNO - Quando a VARIG estava cambaleante, um monte de gente ficou torcendo para que essa companhia falisse sob os mais diversos motivos. Eu fiquei muito chateada porque para mim a VARIG é que nem o polvilho Granada ou a pomada Minancora. Não poderia fechar as portas nunca e além de tudo, eu sabia de um monte de coisas boas que eles faziam para as pessoas, sem cobrar nada em troca. Agora tomamos conhecimento de que era a única companhia aérea que tinha cuidado com a segurança dos aviões. Se eu pago 65,00 para ir de ônibus de Guarapari para o Rio de Janeiro, como pode a Gol oferecer passagens para qualquer lugar do Brasil por 25,00, como aconteceu recentemente? Alguém de sã consciência acha que a manutenção de um avião é a mesma de um ônibus? Fica aqui outra pergunta que não quer calar: se eu compro uma passagem Vitória/Fortaleza que é praticamente uma linha reta, por que eu tenho que passar por São Paulo? Tenho mais perguntas que são as mesmas que vocês devem ter. As explicações é que não são muito convincentes. No mais, é torcer para que dias melhores venham.

Beijocas

Yvonne