Se todos os dias são iguais, torne-se diferente

Yvonne

Minha foto
Brasileira, ariana nascida no Rio de Janeiro, morando atualmente em Guarapari, mulher, esposa e mãe. Gosto de artes em geral, de ler, de trocar idéias, de praia, de cinema, de tomar cerveja e de dar boas gargalhadas.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Gente de Opinião

Seguidores do blogger

Gente que Olha, nem sempre opina...

Arquivo BlogGente

Site Meter eXTReMe Tracker

SALADA DE FRUTAS

Amigos,

Depois de um longo e tenebroso inverno, volto às minhas saladinhas de frutas. Aliás, depois de um tempão sem fazer o tipo de post que mais amo, a salada de hoje vai ter um toque holandês com direito a creme de leite e canela:

VENTOS UIVANTES - Quando criança adorava temporal daqueles bem violentos. Era uma grande farra quando nós crianças ficávamos no meio da rua tomando banho de chuva. Com o passar do tempo, deixei de ver graça nessa brincadeira porque me tornei mocinha e eu sabia que todas as vezes que caía um pé d'água no Rio, alguém poderia estar preso em um engarrafamento, andando com água até a cintura ou morrendo em algum lugar. Vim morar em Guarapari e aqui não tem nada disso, mas, em compensação, temos ventanias para ninguém botar defeito. Eu moro no último andar de um prédio com uma praia na frente, outras três nos fundos e com poucos prédios ao lado. Se chove forte de madrugada com ventanias fortes, somos obrigados a nos levantar da cama para proteger os cactos, tirar os enfeites da parede da varanda e fechar as janelas para que circule o vento tomando o cuidado de deixá-las um pouquinho abertas para os vidros não trincarem. Faz um barulhão assustador para quem não está acostumado. De dia, os passarinhos somem. Eu acredito que não há asas que dêem conta de voar. Nossos amigos daqui nos disseram que já viram telhas e antenas voando como se fossem folhas. Espero que tenha sido um exagero e que nunca presencie algo do tipo.

QUANDO OS DIQUES SE ROMPERAM - Está passando no canal HBO um documentário do grande diretor Spyke Lee, dividido em três ou quatro partes sobre as "providências" que foram tomadas pelo Presidente Bush quando o furacão Katrina dizimou a cidade de New Orleans. Só consegui ver um e estou aguardando o resto. Preto, pobre e favelado tem mais é que morrer mesmo. Foram dias e dias que não sei quantas mil pessoas ficaram confinadas em um estádio sem comida, sem água e sem lugar para fazer necessidades, com um calor de 38º. Moças foram estupradas, idosos morreram por falta de medicamentos e crianças órfãs ficaram abandonadas à própria sorte. Isso tudo na terra das oportunidades. Dá nojo ver que os direitos humanos só valem para quem é branco, louro e de olhos claros.

SERIADOS DE TELEVISÃO - Queridos, tenho lido em alguns blogs e jornais depoimentos de diversas pessoas que estão inconsoláveis com o fim de alguns seriados. Felizmente não vejo nenhum dos que vão acabar. Os meus prediletos são todos policiais, principalmente "Lei e Ordem" e "Lei e Ordem - Unidade de Vítimas Especiais". O primeiro deles passa há 17 anos nos EUA e o segundo há uns 10. Gente, eu devo ter sido policial ou advogada criminalista em vidas passadas. Não posso ver um filme (ou ler um livro) com policial, inquéritos, tribunal, promotor e juiz que fico toda feliz. Esses seriados estão muito longe de acabar porque têm o mesmo frescor de um recém criado. Vale a pena ver.

POPULISMO E FUTEBOL - Queridos, os textos que eu costumo postar aqui são enviados para amigos que não gostam de forma alguma de blogs. Vocês não podem avaliar o quanto eu fui espinafrada principalmente por pessoas que torcem contra o Flamengo, quando eu não estava nem um pouco preocupada com o futebol em si, mas com a postura populista de um presidente. Ainda bem que tudo isso aconteceu no mundo virtual, porque se fosse no real estava arriscado eu levar uma surra. Com o tempo eu já deveria saber que não se discute sobre política, futebol e religião. Eu cometi a insensatez de misturar política com futebol, aí foi demais da conta, como dizem os mineiros.


CARLOS SANTANA - Enquanto estava escrevendo esse post, o maridão colocou um dos vários CD's que temos aqui em casa com o grande Carlos Santana. Ouvi "Black Magic Woman" e mais uma vez me deliciei. Nunca me canso dessa música.

UM PLANETA LIMPO - Sei que muitos de vocês não gostam de blogagem coletiva. Nem sempre eu participo, mas torno a lembrar que amanhã haverá uma sugerida pelo grande Lino
a respeito do que podemos fazer pelo nosso planeta. Quem quiser participar, basta falar com ele.

PRÁ TERMINAR - Gostaria de dar um presente para vocês. É um vídeo que dura três minutos e mostra 500 anos de pinturas artísticas com rostos de mulheres. Confiram clicando aqui .


Beijocas

Yvonne