Se todos os dias são iguais, torne-se diferente

Yvonne

Minha foto
Brasileira, ariana nascida no Rio de Janeiro, morando atualmente em Guarapari, mulher, esposa e mãe. Gosto de artes em geral, de ler, de trocar idéias, de praia, de cinema, de tomar cerveja e de dar boas gargalhadas.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Gente de Opinião

Seguidores do blogger

Gente que Olha, nem sempre opina...

Arquivo BlogGente

Site Meter eXTReMe Tracker

SALADA DE FRUTAS NO DIA DE SÃO PEDRO

Amigos, mais uma saladinha, dessa vez com gostinho de festa junina, pois hoje é dia de São Pedro, amigo próximo de São João e Santo Antonio.

GABRIEL - Meu netinho está muito fofo e tudo indica que vai ser parecido com o meu marido. Ainda bem que tive esse gostoso refresco em minha viagem que por sinal não foi nada boa. Nem pude curtir direito a minha cidade natal. Foi tudo tão ruim que até esqueci os meus óculos. Até a próxima semana terei que ler com o antigo que tem menos graus.

PROSTITUTA - Vocês já conhecem a história dos rapazes que deram uma surra em uma empregada doméstica achando que ela era prostituta. Por sorte não tenho pinta de piranha e neste aspecto estou livre de tomar uns tabefes por aí, mas fica aqui a pergunta que não quer calar: por quê as prostitutas são alvo de gente perturbada da cabeça? Na minha singela opinião, o problema está no prazer. Para um homem, não deve ter coisa melhor do que uma mulher que pode ser feia ou seja lá o que for que ele acaba encarando. Já vi muitos homens bonitos que transaram com mulheres inimagináveis. Como diz o maridão, "em tempo de guerra, qualquer buraco é trincheira". A puta é ainda mais objeto de prazer por ela ser uma vadia. Se hoje em dia todo mundo transa com todo mundo, por qual motivo ainda existem profissionais do sexo? Por causa da "aura" libidinosa que elas têm. Quando um homem acha que uma vagina é nojenta, ele não sabe lidar com o assunto e acaba agredindo a mulher. Outra coisa, quem bate em puta, também bate na esposa porque as duas têm perereca e ÉCA!! isso é difícil de suportar.

GAYS - Já com relação a homens que batem em gays é justamente o contrário. Eles agridem porque tem vontade de fazer o que os homossexuais fazem e não têm coragem de assumir. Homem heterossexual que gosta de mulher e se sente feliz assim, dificilmente é homofóbico. Pode até não gostar do gay, mas não vai sair por aí dando porrada nos outros. Homem que bate em gay é o pior tipo de gay que existe, o psicopata enrustido.

CABELOS - Essa só as meninas vão entender. Nesse período que fiquei no Rio, lavei, como de hábito, os meus cabelos todos os dias. Enrolava com os dedos e ele ficava todo lindão. Saía de casa e três horas depois os cabelos desmaiavam. Pensei com os meus botões que a umidade do Rio deveria estar tão alta quanto no verão. Só voltando para cá é que me dei conta que levei o condicionador ao invés do xampu. Além dessa besteira, eu ainda passava creme sem enxagüe, rsrsrs.

COMPLEXO DO ALEMÃO - Bom, vocês também já conhecem a história da violência carioca e a guerra que está havendo entre a polícia e os traficantes do Complexo do Alemão. Só que existe um outro lado que ninguém conhece, só mesmo o carioca que já está acostumado com as nuances de sua cidade e sabe que 99% das pessoas que vivem em favelas são gente boa. Pois bem, conheci da penúltima vez que estive no Rio um senhor motorista de táxi que por sinal revi recentemente. Foi uma grande alegria para mim. Há algum tempo, ele pegou uma senhora no CEASA que fica no bairro de Irajá cheia de sacolas. Ela disse onde morava no Alemão, solicitou a ele que a deixasse no lugar X e que de lá ela iria a pé. Isso tudo para evitar que ele tivesse problemas. Os dois conversaram e ela mencionou que toda semana vai ao CEASA pegar a xepa que ninguém quer para fazer sopa para crianças pobres. Esse senhor motorista de táxi ficou com peso na consciência e se prontificou a deixá-la na porta de casa sem cobrar nada. Lá chegando viu os rapazes armados que fizeram as perguntas de hábito e deixaram o cara entrar e circular a vontade porque já conhecem essa tal senhora que é um anjo em pessoa. Ele se comprometeu a levá-la para casa todas as semanas sem cobrar nada e agora ela pega muito mais alimentos. Os dois viraram amigos e só não cumprem essa caridade semanal quando os conflitos se intensificam. Amigos, gente boa existe em todo mundo, até mesmo no Rio de Janeiro.

PRÁ TERMINAR - Gostaria de agradecer o carinho de vocês. Prometo que a partir da próxima semana eu vou tentar escrever algo mais alegre.

Beijocas

Yvonne