Se todos os dias são iguais, torne-se diferente

Yvonne

Minha foto
Brasileira, ariana nascida no Rio de Janeiro, morando atualmente em Guarapari, mulher, esposa e mãe. Gosto de artes em geral, de ler, de trocar idéias, de praia, de cinema, de tomar cerveja e de dar boas gargalhadas.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Gente de Opinião

Seguidores do blogger

Gente que Olha, nem sempre opina...

Arquivo BlogGente

Site Meter eXTReMe Tracker

PESSOAS NO LIMITE




Amigos, todos nós temos o direito de perder o controle, fazer besteira, agir feito maluco, querer cortar os pulsos, blasfemar e achar que somos as pessoas mais infelizes deste mundo. Eu acho que tudo isso é saudável. Não há coisa melhor do que descer aos infernos para depois voltar ao paraíso. Ninguém cresce sendo feliz o tempo inteiro. Aliás, quem de nós está bem todos os dias?

No entanto, existem pessoas que ficam no limite por toda a sua existência. Qualquer frase mal dita ou uma brincadeira que não foi bem entendida é motivo suficiente para começar um bate-boca que não tem mais fim. Eu acho que descontrole fica muito bem em um adolescente, afinal de conta é uma criança que está na fase do vestibular para se tornar adulto. Todavia, acho inconcebível que alguém com mais de quarenta anos tenha um comportamento desse sempre. Acaba ficando cansativo.

E quando o indivíduo em uma festa toma umas e outras e resolve ficar brigão? Não dá para engolir. A razão de eu estar contando esse blábláblá é que uma grande amiga minha está sendo abandonada pelo marido simplesmente porque ele deu um basta. Vai perder um cara maravilhoso, gente fina, bonito, amigo, tudo de bom e que sempre foi apaixonado por ela, porque não consegue ficar com a boca fechada. O amor acabou e ele não quer nem olhar para a cara dela que está desesperada. Não foi por falta de aviso porque ele é meu amigo de adolescência e eu sempre a alertei que ele é um cara perigoso. São trinta e cinco anos de amizade e eu sei como ele é. Não fala nada, suporta o insuportável, tenta contornar, amantíssimo sempre pronto a servir à mulher que ama, mas quando recebe o famoso Caboclo Saco Cheio, nunca mais volta atrás.

Fiquei muito triste com a tristeza de minha amiga nesses dias em que estive no Rio. Ela ainda tem esperança que vá acontecer um milagre, mas eu acredito que não. Tomara que eu esteja errada. É horrível saber que por gênio forte, pegou doze anos de casamento, jogou na privada e ainda deu descarga. Ninguém merece um final desse.

Não estou querendo dar lição de vida em ninguém porque não tenho o menor gabarito para isso. Eu também tenho gênio forte e quando resolvo rodar a baiana não sobra pedra sobre pedra. Entretanto, eu acho que quando acontece um problema qualquer com uma pessoa querida nossa, sempre é bom fazer uma auto-análise. Será que não estamos tendo um comportamento semelhante e nem nos damos conta? Isso vale para tudo: filhos, amigos, colegas de trabalho, familiares, marido ou mulher. Um pouco de humildade nunca fez mal a ninguém.

Beijocas

Yvonne