Se todos os dias são iguais, torne-se diferente

Yvonne

Minha foto
Brasileira, ariana nascida no Rio de Janeiro, morando atualmente em Guarapari, mulher, esposa e mãe. Gosto de artes em geral, de ler, de trocar idéias, de praia, de cinema, de tomar cerveja e de dar boas gargalhadas.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Gente de Opinião

Seguidores do blogger

Gente que Olha, nem sempre opina...

Arquivo BlogGente

Site Meter eXTReMe Tracker

SALADA DE FRUTAS DO DIA 20.08.2007

Amigos,

Mais uma saladinha de frutas para vocês.

MUDANÇAS NA LÍNGUA PORTUGUESA A PARTIR DE 2008 - Logo abaixo há um post que fala sobre as mudanças que ocorrerão na nossa língua a partir do ano que vem. Eu o copiei integralmente de um e-mail que recebi. Procurei no Google para ver quem é o autor para dar o devido crédito e vi que existem várias cópias. Não sei a origem. Não precisam comentar, basta tomar conhecimento.

CASTING - Por um bom tempo fiquei sem saber o que vinha a ser o casting. Um colega de trabalho já falecido me informou que vem a ser o profissional encarregado da escolha do elenco. Os protagonistas e os coadjuvantes de ouro são escolhidos pelo diretor ou produtor, mas o resto dos atores é diferente. Uma das exigências é que o tipo físico combine com o papel. É por isso que vemos filmes de mafiosos praticamente com os mesmos atores, todos eles brancos, cabelos e olhos castanhos e narigões bem italianos. Por que toquei nesse assunto? Porque revi o filme brasileiro "Floradas na Serra" protagonizado por Jardel Filho e Cacilda Becker. Ambos novos, lindos, estourando saúde, principalmente ele do alto de dos seus quase dois metros, forte feito um touro fazendo papel de ... tuberculosos no fim da vida, em uma época que a doença não tinha cura. Todos os doentes do sanatório eram lindos, faziam qualquer tipo de atividade física e um belo dia morriam. Felizmente o cinema nacional se deu conta de uns tempos para cá que não dá para ser amador.

BLOGOSFERA 1 - Há algum tempo foram postados uns memes sobre a maneira que nós blogueiros tratamos os amigos da blogosfera. Não me lembro de ter escrito nada, mas como o meu amante alemão (Alzheimer) tem me pregado umas peças nos últimos tempos, talvez eu já tenha tocado nesse assunto. Pois bem, eu sou um pouco ingênua e achei que esse mundo era diferente. Ledo engano, é tudo igual ao real. Felizmente não tenho tido grandes aborrecimentos e os poucos que tive lancei mão dos amigos de sempre para fazer o meu desabafo e depois dar o caso por encerrado. São coisas que acho estranhas como por exemplo uma pessoa que comparecia aqui todos os dias e depois sumiu sem que soubesse o motivo. Isso acontece muito e não é para ficar chorando, mas nesse caso percebi nitidamente que é alguma coisa contra mim.
Outra pessoa me passou a maior espinafração porque fiz uma declaração de amor ao Rio de Janeiro, justamente eu que sou capaz de acabar uma amizade se alguém falar mal da minha cidade natal e essa pessoa também é carioca e adora o Rio. Uma outra pessoa (desculpem por repetir a palavra pessoa, mas não quero dar entender qual é o sexo) se acha no direito de escrever um post praticamente dizendo que todo mundo da blogosfera não passa de imbecil, cheio de carências e totalmente incapaz de ter uma vida social e amorosa plenamente satisfatória. Uma grosseria que me deixou perplexa e o pior foi ler os comentários de blogueiros concordando com isso, ou seja, assumiram que não passam de idiotas.

BLOGOSFERA 2 - Descobri ainda recentemente que existe gente que lê tudo que os blogueiros de sua preferência escrevem, mas evitam deixar comentário para não aumentar a estatística daqueles que têm um expressivo número de visitas. Ora vejam só, eu acho isso INACREDITÁVEL. Tirando blogueiros notáveis como Córa Ronai, Ricardo Noblat e outros conhecidos, alguém aqui é famoso a esse ponto? Se eu chegar em uma roda de desconhecidos e disser algo do tipo "Muito prazer, meu nome é Yvonne e tenho um blog que carinhosamente foi dado a mim pela Luma que é uma das cem maiores blogueiras do Brasil". Tentem imaginar a cara das pessoas ao ouvirem essa minha apresentação. Quase tudo que eu escrevo aqui, eu envio para os meus familiares e amigos reais por e-mail porque eles simplesmente odeiam ler blogs. Dessa forma, eu penso que não adianta nada escrevermos coisas lindas, tocantes e maravilhosas se nos deixamos levar por ciumeiras, invejas e outros sentimentos menos nobres. Isso aqui é um refresco na nossa vida, é uma maneira saudável de trocar idéias, de aprender coisas novas e reformular conceitos e preconceitos. O mundo real nos oferece um monte de coisas desagradáveis, por que trazer isso para cá?

PRÁ TERMINAR - O assunto blogosfera acabou esvaziando o meu pote de idéias. Sendo assim, só me resta desejar a vocês uma linda semana cheia de paz e pedir desculpas por ter mais uma vez exposto aquilo que eu penso e julgo importante.

Beijocas

Yvonne